Apresentação: Estágio curricular na educação infantil em tempos de pandemia: experiência e desafios - Anna Clara e Nilcenea Maria

     O estágio é a oportunidade para descobertas que na teoria poderia passar despercebido, pois a vivencia em sala de aula nos proporciona descobertas valiosas. A observação das metodologias utilizadas pelas docentes se torna necessária para podermos refletir de qual maneira podemos atuar, é um contato extremamente necessário e importante para nossa formação acadêmica. A vivencia na Educação Infantil, foi de suma importância, pois é nesta fase em que a criança se desenvolve bastante. No entanto, estamos vivendo em meio a uma pandemia aonde os professores tiveram que se reinventar e descobrir novas maneiras de trabalhar para que o desenvolvimento dos alunos, não fossem totalmente prejudicados. Atualmente, já são 91% do total de alunos no mundo e mais de 95% da América Latina que estão provisoriamente distantes da escola (UNESCO, 2020). A pandemia mudou a forma de estrutura, organização do trabalho pedagógico, alterando ações empreendidas. (SILVA, 2020). A relação das instituições sociais estão bastante abaladas com a contaminação a nível pandêmico da COVID -19 (BRASIL, 2020 s/p). No âmbito das redes de ensino várias são as estratégias que utilizam-se de um ensino remoto, a fim de garantir o acesso aos estudantes da Educação Básica (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio). É notório destacar que ao se referir ao ensino nesse contexto pandêmico, deve-se priorizar um olhar para a educação das crianças, pois essas são as principais atingidas por esse rompimento do meio social, emocional e comunicacional vivenciado na escola.